terça-feira, 31 de maio de 2011

Uma lufada de ar fresco na campanha para as legislativas 2011 em Leiria

Vezes sem conta se diz que nas campanhas se faz de tudo menos política, que os ambientes de festa e festim acabam por esvaziar os conteúdos políticos e programáticos que deveriam nortear esses actos propagandísticos - aqui o termo no bom sentido. Mais grave que isso, muitas vezes nas campanhas o espaço dado aos cidadãos para que se façam ouvir e possam intervir, no sentido de se esclarecerem e influenciarem as políticas e candidatos, é quase inexistente
 Falando agora de um caso muito concreto, e muito local também, a Juventude Socialista da Concelhia de Leiria quis marcar, e marcou efectivamente, a diferença na sua cidade. Para tal, num conhecido bar local - no Alinhavar - a JS organizou um serão dedicado ao debate entre candidatos do PS pelo círculo eleitoral de Leiria e todos os cidadãos que se quiseram dirigir àquele bar e participar. A iniciativa teve por nome "Leiria Questiona, Leiria Responde - Deputados à Prova". A casa, neste caso o bar, esteve composta e as perguntas e respostas fluíram natural e livremente. Provavelmente não estiveram ainda mais pessoas porque era noite de "Liga dos Campeões", de festa no Castelo e de uma chuva que convidava a ficar em casa.

Mas será que muitos não compareceram também porque desconfiam de tudo o que esteja relacionado com política e partidos? É bem provável esta última opção, e é por ser uma possibilidade plausível que partidos e movimentos políticos devem parar para reflectir. Quanto a mim não devem parar de fazer iniciativas desta natureza, muito pelo contrário. Devem sim continuar a apostar nestes formatos. Devem continuar a ouvir e dar voz aos cidadãos. Devem demonstrar que cada opinião interessa, e que são as maiorias cívicas que importaram e devem orientar as políticas dos políticos, tendo, obviamente, sempre em conta as matrizes ideológicas de cada estrutura partidária.

Mas cabe também aos próprios cidadãos a responsabilidade, pelo menos se disso alguma vez foram informados, de concretizar esta nossa democracia, que se quer participativa, por todos os modos e meios que lhes são facultados.

(Notícia publicada no Diário de Leiria em 3 de Junho de 2011 e no Jornal de Leiria em 11 de Junho de 2011 )

Nota: o resumo das principais perguntas e respostas podem ser consultadas em http://js-concelhialeiria.org/index.php

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails

Redundâncias da Actualidade - criado em Novembro de 2009 por Micael Sousa





TOP WOOK - EBOOKS

Novidades WOOK - Ciências

TOP WOOK - Economia, Contabilidade e Gestão

Novidades WOOK - Engenharia

Novidades WOOK - Guias e Roteiros