sexta-feira, 28 de maio de 2010

Haverá necessidade de “Limpar Leiria” novamente?

Recentemente o Projecto Limpar Portugal (PLP) teve um notório sucesso. Aderiram a esta iniciativa cidadãos de todo o País e de todos quadrantes da sociedade Portuguesa. Nem mesmo os mais pequenos faltaram. De um modo geral, a iniciativa revelou que o espírito ambientalista e de cidadania está bem vivo nos jovens e em toda a Sociedade Civil, comprovando que quando as causas são nobres a adesão dos cidadãos é generalizada.

Do meu ponto de vista, o PLP foi mais importante pela consciencialização e mobilização que fomentou do que pela limpeza propriamente dita. Importante porque demonstrou a capacidade de união e trabalho em equipa em torne de uma causa comum.
No entanto, até  de projectos benignos como o PLP podem resultar, ou parecer resultar, alguns efeitos residuais menos positivos. Entre eles está a seguinte visão: com a banalização das acções de limpeza por parte de voluntários pode-se estar a incentivar os prevaricadores a continuarem a despejar lixo nos locais indevidos, pois sabem que mais tarde ou mais cedo alguém o irá recolher sem que com isso sejam imputados quaisquer custos aos culpados. Apesar disto poder ter alguma dose de verdade, através do alargamento da consciencialização ambiental, resultante destas iniciativas de limpeza, acredito que cada vez menos pessoas farão despejos clandestinos, quer pela própria tomada de consciência, quer pela condenação moral da própria sociedade em que vivem. Os aspectos positivos do PLP chegam perfeitamente para dissipar os possíveis aspectos negativos que origina, não havendo no meu entender razão para deixar de concretizar mais jornadas de limpeza colectivas, desde que bem divulgadas e explanadas às populações.

Se o excesso e banalização destas campanhas pode ter alguns impactos negativos, que dizer na iniciativa da Câmara Municipal de Leiria em recriar mais um dia de limpeza, segundo os mondes do PLP, no concelho de Leiria?

No meu entender a iniciativa da CML é de louvar, pois não se trata seguramente de uma banalização, mas sim de uma nova oportunidade para quem viu a sua vontade frustrada de participar na limpeza nacional. Devido ao mau tempo que se verificou no dia das limpezas nacionais, ao abrigo do PLP, em alguns locais decidiu-se reduzir ou até mesmo suspender os trabalhos. Enquanto técnico de HST pareceu-me a opção mais correcta porque o mau tempo tornava alguns trabalhos perigosos e a actividade de limpeza em si pouco ou nada produtiva. As limpezas são importantes, mas a segurança das pessoas é o ainda mais.

Assim, esta iniciativa da CML é pertinente e justificável já que muitos cidadãos do concelho, no dia devido, não puderam dar o seu contributo para esta nobre causa, especialmente através do exemplo para a consciencialização ambiental, que, tal como referi, me parece ser o fruto mais importante e positivo destas acções de mobilização.

Parabéns a todos os que participaram no Projecto Limpar Portugal e aos que participaram no Limpar Leiria
.

(Texto publicado no Diário de Leiria em 27 de Maio de 2010)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails

Redundâncias da Actualidade - criado em Novembro de 2009 por Micael Sousa





TOP WOOK - EBOOKS

Novidades WOOK - Ciências

TOP WOOK - Economia, Contabilidade e Gestão

Novidades WOOK - Engenharia

Novidades WOOK - Guias e Roteiros