segunda-feira, 23 de abril de 2012

Leitura de excerto de "As Cidades Invisíveis" na Arquivo

Hoje, com uma enorme satisfação, experimentei ler excertos de obras literárias em público. No dia Mundial do Livro e do Direito de Autor não pude deixar de responder ao desafio que a Livraria Arquivo colocou aos leirienses: ler no seu espaço cultural um excerto de um livro que se apreciasse. A escolha de início não foi fácil, mas depois de um pouco reflectir, nos últimos tempos houvera um livro que me tinha marcado - pelos conteúdos, pelos significados evidentes e pelos que eu próprio interpretei, mas também porque foi sugerido por alguém que admiro.
Na Livraria Arquivo em Leiria a experimentar uma leitura

Assim fiz. Levei o meu exemplar de "As cidades Invisíveis" de Italo Calvino e li uns quantos excerto. Antes de ler três descrições das cidades, li este diálogo entre Marco Polo e Kublai Kan:

Marco Polo descreve uma ponte, pedra a pedra.
- Mas qual é a pedra que sustém a ponte? - pergunta Kublai Kan
- A ponte não é sustida por esta ou aquela pedra - responde Marco, - mas sim pela linha do arco que elas formam.
Kublai Kan permanece em silêncio, reflectindo. Depois acrescenta: - Porque me falas das Pedra? É só o arco que me importa.
Polo responde: - Sem pedras não há arco.

Que neste dia tenhamos e sejamos felizes com livros!, tal como em todos os outros!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails

Redundâncias da Actualidade - criado em Novembro de 2009 por Micael Sousa





TOP WOOK - EBOOKS

Novidades WOOK - Ciências

TOP WOOK - Economia, Contabilidade e Gestão

Novidades WOOK - Engenharia

Novidades WOOK - Guias e Roteiros